Relógio de Oração – Conheça a campanha de intercessão do GEPEP em favor do estado do Rio Grande do Sul

O Grupo de Esposas de Pastores, Evangelistas e Presbíteros – GEPEP- participa de uma campanha de intercessão intitulada “Relógio de Oração” para clamar em favor do estado do Rio Grande do Sul e pelos atingidos pelas enchentes. O “Relógio de Oração” é um revezamento de horários para oração, dividido a cada meia hora,  de modo que todo o período de 24 horas do dia seja preenchido com intercessões ininterruptas.

A líder do GEPEP, irmã Michele da Rosa, conta que na semana passada teve a ideia de reunir o grupo para esse propósito, e que começou com quase 50 mulheres. Nesta semana, porém, o “Relógio de Oração” ganhou mais voluntárias pois o Departamento Feminino Geral, através de sua líder, irmã Neusa Monteiro, aceitou o convite do GEPEP para unir-se à causa de oração. Desde então, o propósito vem sido divulgado pelas líderes regionais e locais de mulheres.

O “Relógio de Oração” tem pedidos específicos, entre eles: para que Deus supra as necessidades dos desabrigados, e que dê sabedoria e orientação às autoridades que estão à frente do estado gaúcho.

“Desejamos ver um milagre no Rio Grande do Sul. Que essa catástrofe sirva para um despertamento da Igreja e para que as pessoas se voltem para Deus.” – explica Michele.

Doação direcionada

Além do propósito de oração, o GEPEP também iniciou um projeto de doação de roupas para os irmãos Batistas Conservadores atingidos. Michele salienta que a doação direcionada é para que sejam adquiridas peças específicas de vestuário, como saias e vestidos para mulheres, e camisas e calças sociais para homens. Até a publicação desta notícia, o grupo já havia arrecadado um número mais do que suficiente de roupas femininas, mas ainda espera por doações de roupas masculinas, e também roupas infantis. Para quem se intererssar em ajudar, suas doações devem ser entregues nos postos de coleta das igrejas da CBC, para que, posteriormente,  sejam repassadas à central de distribuição de doações da Associação Missionária de Ação Social Batista –  AMASB – , na cidade de Alvorada.

A AMASB realizou um levantamento dos membros da CBC atingidos pelas enchentes do Rio Grande do Sul, entre 10 cidades:

São Leopoldo  – 30 famílias

Canoas – 20 famílias

Eldorado do Sul – 12 famílias

Charqueadas – 8 famílias

Triunfo – 5 famílias

Roca Sales – 4 famílias

Montenegro – 6 famílias

Arroio do Meio – 4 famílias

Capela de Santana – 1 família

Ivorá – 2 famílias

 

 

Pular para o conteúdo