Nascimento de uma criança kayapó e a esperança da continuidade da Obra de Deus entre os indígenas

Por *Eunice Costa da Silva 

Tàkàkdjãm e Irerwỳk Kayapó são alunos do CMTB desde o 3º módulo do curso. Eles precisaram faltar duas disciplinas por coincidirem com as datas das quimioterapias da Irerwỳk, na cidade de Belém. Fora isto, mesmo quando se sente debilitada pela enfermidade, nossa irmã participa ativamente das aulas.

A mãe de Tàkàkdjãm, Pàt’y Kayapó, era a missionária responsável pela igreja na Aldeia Kôkôku’êdjà. Com o falecimento da mãe, Tàkàkdjãm sentiu a necessidade de estudar mais a Palavra de Deus para compartilhar com seu povo.

Atualmente, eles moram em Ourilândia do Norte, e estão abrindo uma nova aldeia nas proximidades da cidade. Como cacique desta nova aldeia, nosso irmão declara: “Sinto desejo de aprender mais da Bíblia para ensinar meus parentes e fortalecer nossa família na fé em Jesus. Por isso estamos estudando no CMTB. Nossos missionários estão nos capacitando para sermos obreiros aprovados que saibam manejar bem a Palavra da Verdade!”

No último módulo do Curso, o casal estava bastante ansioso, pois sua filha estava prestes a dar à luz. Todos os dias, antes de nos deslocarmos de Ourilândia do Norte (onde funciona nossa base) para Tucumã para o início das aulas, a pedido de Irerwỳk, chegávamos na casa dela para perguntar se a gestante estava bem e se ainda não tinha entrado em trabalho de parto.

Para nossa alegria, dois dias após o encerramento do curso, nasceu o netinho dos nossos irmãos, com muita saúde e pesando mais de 4 quilos!

O bebê recebeu o nome Kayapó do avô, Tàkàkdjãm. E o nome dado em português, homenageou o Missionário Paulo, e veio com o desejo de que, ao crescer, esta criança também seja um missionário, para a Glória do Senhor Jesus!

Sobre o CMTB

O Centro Mebêngôkre de Treinamento Bíblico – CMTB –  é um Centro de Treinamento criado com o objetivo de promover o ensino bíblico e a vida cristã, capacitando os obreiros indígenas ao evangelismo, discipulado e prática missionária para exercer o ministério em suas igrejas locais nas aldeias da região.

Nosso curso básico é bilíngue e composto por 13 disciplinas teóricas e 3 disciplinas práticas a serem desenvolvidas em módulos bimestrais. Cada módulo tem a duração de 5 dias em regime intensivo, possibilitando a conclusão do curso básico em dois anos. Provisoriamente, o CMTB funciona na Primeira Igreja Batista de Tucumã, que gentilmente nos cedeu suas dependências para este projeto.

*Missionária que atua na Missão Indígena Batista Conservadora – MIBAC, no estado do Pará 

 

 

Na foto, o casal de missionários Paulo e Eunice da Silva com a família Kayapó que ganhou um novo integrante: o menino Tàkàkdjãm, que, no idioma nativo, recebeu o nome de seu avô

No idioma português o menino recebeu o nome de Paulo, em homenagem ao missionário – um desejo e uma esperança de que a Obra de Deus entre os indígenas terá continuidade pelas próximas gerações, até a Volta de Jesus 

Apresentação do menino ao Senhor Jesus, conduzida pelo missionário Paulo da Silva 

 

Pular para o conteúdo