Ministério de Missões da IBC Bagé comemora aniversário – presidente da AMASB foi o preletor

O Ministério de Missões da IBC Bagé comemorou aniversário no último domingo, dia 16 de junho. Para o culto de celebração foi convidado para pregar a mensagem final o pastor Anderson Madruga de Quadros, presidente nacional da Associação Missionária de Ação Social Batista – AMASB. Os hinos de louvor foram ministradas pelo grupo local Tríade, acompanhado do pastor e maestro Joab Muniz, que é também o presidente do Ministério de Missões da IBC Bagé. Além dos músicos do grupo, também participou dos louvores o cantor João Torma. O culto foi dirigido pelos membros do departamento de Missões e Discipulado da Igreja: o diácono Roger Melo conduziu a liturgia, o irmão Diego dos Santos ministrou a palavra introdutória, e os demais componentes também sentaram-se ao púlpito, e alguns deles fizeram orações.

O pastor presidente da IBC Bagé, Gideão Muniz,  durante o momento de saudações, mencionou o trabalho missionário da Igreja por meio do qual diversos obreiros foram preparados e enviados para atuarem em diferentes cidades do Brasil. Ele também trouxe à memória o início do trabalho da Congregação localizada na cidade cearense de Cedro, originalmente fundada pela IBC Bagé e que atualmente está sob os cuidados da AMASB. Nas palavras do pastor Gideão, a Igreja em Bagé é “um celeiro de missões.”

Mensagens da noite incentivaram os ouvintes a pregarem o Evangelho

O irmão Diego dos Santos, que apresentou a mensagem introdutória, fez leitura em Lucas 10, versículo 30 – Parábola do Samaritano. Ao falar sobre o personagem citado, o ministrante fez um paralelo ao que Jesus fez por nós: estávamos como mortos no caminho do pecado, mas o Senhor encontrou-nos, e pagou a dívida de nossos pecados na Cruz. Ao lembrarmos do que o Senhor fez em nossas próprias vidas, devemos fazer da mesma forma aos outros que ainda não conhecem o Evangelho, transmitindo-lhes a mensagem do Amor de Deus aos pecadores.

O pastor Anderson Madruga de Quadros, por sua vez, fez leitura em Atos dos Apóstolos, capítulo 8, versos 3 a 6, e verso 26, e começou sua ministração lembrando a respeito do sacrifício de Jesus Cristo, que mudou os rumos da humanidade. Cristo venceu a morte e através dessa vitória nos deixou um compromisso: a pregação de arrependimento.

Após a perseguição sofrida pela Igreja, relatada no Livro de Atos dos Apóstolos, o Evangelho foi espalhado mundo a fora pelos cristãos que eram pressionados a fugirem de suas cidades.

Assim como os primeiros cristãos, nós também somos testemunhas de Cristo pelo que Ele fez em nossas vidas.  (Nesse ponto da ministração, o pastor Anderson também fez um breve comentário a respeito de sua conversão: uma história bastante conhecida pelos membros da IBC Bagé, igreja onde Anderson foi batizado após ser liberto por Cristo do vício das drogas).

O pregador afirmou, ainda, que o testemunho pessoal do cristão é necessário para alcançar outras vidas para Jesus. A todo momento, amigos, parentes e conhecidos nossos estão caminhando rumo ao inferno, e por isso precisamos mostrar-lhes a realidade da eternidade com Cristo e sem Cristo.

“Meu irmão e minha irmã, você faz parte dessa comissão” – afirmou o pregador.

Não existe transformação sem arrependimento. Por isso, falar às pessoas sobre arrependerem-se de seus pecados é a pregação necessária ainda para os dias de hoje. A exemplo de Filipe, que foi escolhido por ser de boa reputação, cheio do Espírito Santo e sabedoria, (Atos 6: 3 e 5), também precisamos manter a conduta e o testemunho de vida que agradam a Deus.

Aprendemos também com este personagem, que foi impulsionado pelo Espírito Santo para pregar ao eunuco de Candace, três iniciativas para evangelizar: aproximar-se das pessoas, ouvir o que elas têm a nos dizer a respeito de seus problemas e dificuldades, e, por fim, falar e orientar conforme a Palavra de Deus, testificando dos sinais que vimos e dos quais também participamos. A capacitação para fazer assim, é claro, vem de Deus.

Ao fim de seu sermão, o pregador fez um apelo aos que desejassem tomar um propósito de cumprir o Ide de Jesus em suas vidas.

Texto: Juliane Vieira Couto Lucena – Jornalista e Redatora – Comunicação Batista

Fotos: Mário Josué Ferreira dos Santos

O pastor Joab Muniz dirigiu os louvores juntamente com o grupo Tríade

Pastor Gideão Muniz e o diácono Roger Melo

O irmão Diego dos Santos apresentou a mensagem introdutória, sobre a Parábola do Samaritano, (Lucas, capítulo 10)  – Jesus também nos resgatou quando estávamos à beira do caminho, no pecado

O pastor Gideão Muniz dirigiu as saudações e mencionou a respeito do trabalho missionário desenvolvido pela IBC Bagé – “um celeiro de missões”, em suas palavras

O cantor João Torma também participou dos hinos de louvor 

Pastor Anderson Madruga de Quadros, presidente nacional da AMASB, e preletor do culto festivo, – A importância de ir ao encontro dos que precisam ouvir sobre o Evangelho foi a síntese de sua mensagem, conforme leitura no capítulo 8 de Atos dos Apóstolos

Um registro do componentes do departamento de Missões e Discipulado da IBC Bagé, com os pastores Joab Muniz e Anderson Madruga de Quadros 

 

 

 

Pular para o conteúdo