IBC Hulha Negra completa 60 anos de história e recebe homenagem da Câmara Municipal de Vereadores

Em homenagem à comemoração dos 60 anos da IBC Hulha Negra, a Câmara Municipal de Vereadores de Hulha Negra realizou uma Sessão Especial. O evento foi realizado na noite de 14 de junho, no plenário Hugo Canto, em Hulha Negra.

A proposta da solenidade foi por meio do gabinete da vereadora Tanira Ramos, que fez a entrega de uma placa de Menção Honrosa ao pastor Nilton César Rodrigues. Além dos fiéis, várias autoridades locais participaram da sessão. Bleno Vidart, membro da IBC Bagé, representou o pastor Gideão Muniz. Ao final do evento, sob a regência do diácono Milton Abiatar Escobar, o público louvou a Deus agradecendo pelas seis décadas do trabalho evangelístico da IBC Hulha Negra.

Registro Histórico

A Igreja Batista Conservadora de Hulha Negra teve seus trabalhos iniciados na década de 1960 e foi efetivada em junho do ano de 1964, data que se comemora como seu aniversário. A Igreja Batista Independente, da cidade de Bagé, na época, mais propriamente na localidade da Trigolândia, foi a responsável pelo início dos trabalhos de evangelização nos lares, ganhando almas para Cristo.

Os irmãos começaram a se reunir para cultuar a Deus nos lares e, após um período, surgiu a necessidade de ter um local de culto e obreiros de tempo integral, (isso no ano de 1979). A Igreja foi administrada pela IBC Bagé, que teve vários pastores.

No início, nos anos de 1960 a 1962, o pastor João Sousa Muniz estava na presidência da IBC Bagé. De 1962 a 1970, o pastor presidente era Nils Ervin Person. De 1970 a 1972, o pastor presidente foi Sebastião L. de Souza. De 1972 a 1975, o pastor foi Adair Joaquim da Rosa. De 1975 a 1985, o pastor foi João Sousa Muniz novamente. De 1985 até os dias atuais, a IBC Bagé está sob a presidência do pastor Gideão Otacílio Bezerra Muniz, este que até o ano de 2020, por extensão, também foi o presidente da IBC Hulha Negra.

Ao longo de sua história, a IBC Hulha Negra teve vários obreiros, evangelistas e pastores locais como: Jari Bueno Ferreira, no período de dois anos e meio; pastor  Antônio Dilnei Paz Souza, no período de cinco anos; pastor Sergio Rodrigues da Rocha, no período de vinte e um anos; e pastor Jorge Luiz Gonçalves, no período de nove anos, de 2011 a 2020, (este último que recebeu a emancipação da Igreja e fez todos os trâmites necessários para sua legalização jurídica).

A IBC Hulha Negra teve sua emancipação jurídica no dia 4 de novembro de 2020, conforme consta na ata de fundação número um do primeiro livro de atas da IBC Hulha Negra. A Igreja de Hulha Negra, desde 1º de dezembro de 2020, tem como pastor presidente, até esta data, o pastor Nilton César Rodrigues. A Igreja segue com o mesmo propósito do início de seus trabalhos nessa localidade, que é anunciar Jesus Cristo como Salvador de todos, cumprindo o “Ide” do Senhor conforme o Evangelho de Jesus narrado por Marcos 16:15 – “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”

Hoje, a IBC Hulha Negra tem sua sede própria localizada na Rua Josemar Games, número 699, no centro da cidade. Suas portas estão abertas para toda a comunidade de Hulha Negra, pois diante de Deus todos carecem da salvação em Cristo Jesus.

Texto e Fotos: Joanes Araujo –  Jornalista e Correspondente da IBC Hulha Negra 

Na tribuna da Casa, o pastor Nilton César Rodrigues agradeceu a homenagem concedida à IBC Hulha Negra 

No plenário, membros da IBC Hulha Negra cantaram louvores adorando a Deus 

A proposta da solenidade foi por meio do gabinete da vereadora Tanira Ramos, (de vermelho, ao lado do pastor Nilton, que segura a placa). Na foto, também aparecem outros vereadores do Município de Hulha Negra, e o irmão Bleno Vidart, (canto à direita), membro da IBC Bagé que representou o pastor Gideão Muniz 

O pastor Nilton entre as duas membras mais idosas da IBC Hulha Negra, Julieta Vidart e Araci Araújo. No canto à esquerda, a vereadora Tanira, e no canto à direita, a irmã Isabel Rodrigues, esposa do pastor Nilton

 

Pular para o conteúdo