Diplomação de alunos do projeto missionário da IBC Bagé acontece durante culto de domingo

Ocorreu na noite do último domingo, (21), no templo da IBC Bagé, a diplomação dos alunos do Projeto Missionário Orquestrando Vidas. Pelo período de três meses, de segunda a sexta-feira, eles receberam aulas de música, de instrumentos de corda, e, também, participaram de um curso sobre ensino confessional, durante o contraturno escolar. Os certificados foram entregues pelos mantenedores e colaboradores do projeto.

O Projeto Missionário Orquestrando Vidas consiste em uma ação social, cultural e evangelística, na qual crianças, pré-adolescentes e adolescentes, que são estudantes de escolas públicas de Bagé, recebem aulas gratuitas pela Igreja. A iniciativa faz parte do propósito da IBC Bagé em formar novos discípulos e ganhar almas para Cristo.

A escolha dos alunos é feita por sorteio entre as escolas. Em fevereiro, 60 nomes foram contemplados, e na semana passada, um novo grupo de alunos foi sorteado. Dos estudantes diplomados no último domingo, duas meninas já aceitaram a Jesus como seu Salvador Pessoal e almejam o batismo. Além de acolher os novos alunos, a IBC Bagé também manterá uma rotina de atividades para os alunos concluintes da primeira turma – uma forma de mantê-los conectados à música e, principalmente, à comunhão cristã junto à Igreja.

O presidente da Igreja, pastor Gideão Muniz, em seu momento de fala, agradeceu a todos os colaboradores do projeto, entre eles, a irmã Rosane Paz, psicóloga que presta atendimento gratuito aos alunos; também agradeceu aos pastores Joezer Muniz e Eliézer Monteiro, que são responsáveis pela capelania. Afirmou que, como pastor da Igreja, sente-se muito feliz pelo andamento desse trabalho missionário. O ministro responsável também destacou que os estudantes do projeto que ingressarem como membros na Igreja, farão parte, como aprendizes, da Orquestra Filarmônica Batista – OFIBA. Ele orou pelos alunos, pedindo a Deus em favor de seus talentos musicais e para que tenham experiências com Deus, servindo de bênçãos em seus lares, famílias e em sociedade.

O pastor Joab Muniz, responsável pelo projeto, e um dos ministrantes das aulas, lembrou sobre a importância deste trabalho, e o classificou como “um refúgio” para estudantes em horário de contraturno escolar.

Ainda durante o culto do último domingo, foi realizado o batismo de mais quatro novos membros.

O pastor Joab Muniz conduziu a apresentação musical dos alunos 

Os estudantes recebem aulas durante o horário de contraturno escolar 

O projeto é mantido por voluntários da Igreja

Além do conhecimento musical, os alunos também recebem estudo da Palavra de Deus 

 Além da primeira turma, mais 60 novos alunos  ainda serão alcançados pelo projeto 

Os alunos com os mantenedores e colaboradores do projeto 

Para completar a alegria da Igreja, no último domingo também  ocorreu o batismo de quatro novos membros 

Uma cesta de doces foi sorteada entre os alunos, e o contemplado foi o menino Miguel Silva, que posou para foto entre a professora do projeto, Rosiéli Muniz, e o pastor Joab

Alunos e colaboradores do projeto durante o culto 

Pular para o conteúdo